Top

Safaris em Manyara, Serengeti e N’Gorongoro com Kilimanjaro

Datas
Nomes*
Apelido*
Morada completa
Código Postal / CEP*
Idade
Profissão
Telemóvel
Email*
Escolha uma opção*
Nº de adultos (+ nº de crianças)*
Caso viaje com amigos por favor indique com quem irá partilhar o alojamento:
Como conheceu o Rotas do Vento?
Subscreva a newsletter:*
Comentários:
Guardar nos favoritos

Adding item to wishlist requires an account

148
8 Reviews
Sort By:RatingData

Daniela Santos, Lisboa

Solo Traveller

Correu tudo bem e adorei!
Cheguei ao Uhuru Peak, sem grande dificuldade, embora o grupo não tivesse todo concluído, nem ao mesmo tempo.
O safari bem gostava que tivesse passado mais tempo pelos parques, foi um pouco a correr, à excepção do Serengeti, que adorei o acampamento e ter lá ficado 1 dia completo.

Março 1, 2019

Rui Neves, Maia

Solo Traveller

No geral estou muito satisfeito. Foi a minha 1ª viagem do género e fiquei adepto. Gostei imenso da Tanzânia (tenho especiais saudades visto o frio e chuva que faz cá) e correu tudo muito bem em ambas as vertentes:
no safari vimos todos os animais que podíamos desejar, muitos deles bem de perto; e na ascensão do Kilimanjaro, apesar de alguns sintomas da altitude, achei especialmente fantástica toda a mudança de ambiente de dia para dia (a cada acampamento o ambiente e o próprio clima mudavam completamente) e consegui atingir o cume em boa forma para poder apreciar totalmente a experiência. Recomendo a toda a gente uma vez na vida.

Março 1, 2019

Diana Castanheira, Lisboa

Solo Traveller

Apesar de já ter preenchido o inquérito de satisfação, queria também agradecer-lhe a excelente organização de toda a viagem.
Conseguimos chegar ao cume do Kilimanjaro e no Safari presenciamos (a 4/5 metros de distancia) Chitas a caçar Gazelas, mais de 20 Leões a comer um Búfalo, dois Leopardos a trepar a uma árvore… além de tudo o que é normal no Safari.
Correu tudo perfeito. Os 2 guias que nos acompanharam tanto no Kilimanjaro como no Safari, eram sem dúvida excecionais e bem melhores do que todos os outros que víamos…

Março 1, 2019

Alexandra T, Caxias

Solo Traveller

A viagem à Tanzânia foi fabulosa, seja pelo destino em si, seja pela excelente organização.
Parabéns à Rota dos Ventos pela sua capacidade em organizar tão bem a mesma.
Nesta viagem em concreto o que fica marcado é claramente a chegada a Gilman’s point.
A vista da cratera ao nascer do sol é completamente arrebatadora: é uma daquelas visões que ficará para sempre marcada na memória, seja pela grandiosidade da paisagem em si mesma, seja pelo significado da mesma (Neve em África, quase junto da linha do Equador e ponto mais alto de África – que será Uhuru, mas a caminhada até lá desde Gilman’s point já é mais suave desde que o organismo aguente o efeito de altitude), seja pelo culminar do esforço a que se é submetido na ascensão final.
O programa efectuado creio ser o mais interessante da zona. Poder-se-ão adicionar pontos de interesse, mas o programa creio incluir os de maior interesse.
Concordo com a graduação da viagem (4-5); eventualmente convém dar enfoque à dificuldade da subida (nomeadamente na ascensão final a partir de Kibo até Gilman’s point) seja pelo frio seja pela dificuldade da subida propriamente dita.
A organização da viagem foi contudo excelente.
Conto poder fazer convosco viagens futuras! (em mente tenho o safari no delta do Okavango – Botswana ou voltar à Tanzânia para safari mas logo a seguir à época das chuvas para observar a migração e voltar a olhar aquelas paisagens sem fim, mas com fundo verde).

Março 1, 2019

Alda R, Vila Real

Solo Traveller

Saí de Vila Real com uma malacheia de sonhos e vontades.
O sonho tornou-se realidade quando consegui atingir o Uhuru, o pico mais alto do Kilimanjaro!
Não foi fácil, mas valeu a pena a experiência. Experimentem!
Fiquei com a certeza de que não há limites para a mente, apesar do corpo estar sempre a boicotá-la.
Depois o merecido descanso a observar os animais no seu habitat natural. Há uma cena que não esquecerei de certeza. Três leoas com duas crias a descansar à sombra de uma acácia junto de um charco.
Vários animais cheios de sede (eram 12h) tentaram, em vão, molhar a língua. A última a desistir foi uma girafa.
África é um continente de contrastes muito grandes. Gostei da paisagem e das suas gentes. Olhos lindos, expressivos, sorriso fácil.

Março 1, 2019
1
Subscreva a Newsletter Rotas do VentoDescubra novas oportunidades de viagem!