Top

Caravana de Camelos

Datas
Nomes*
Apelido*
Morada completa
Código Postal / CEP*
Idade
Profissão
Telemóvel
Email*
Escolha uma opção*
Nº de adultos (+ nº de crianças)*
Caso viaje com amigos por favor indique com quem irá partilhar o alojamento:
Como conheceu o Rotas do Vento?
Subscreva a newsletter:*
Comentários:
Guardar nos favoritos

Adding item to wishlist requires an account

347
14 Reviews
Sort By:RatingData

Jacinto Bento, Ericeira

Solo Traveller

Adorei este tipo de férias, fora do tradicional, espero em breve repetir com outros destinos. Adoro o contacto com a natureza, sensação de liberdade e paz de espirito.

Março 1, 2019

Ana Rodrigues, Lisboa

Solo Traveller

Já fiz uma viagem no Deserto com um grupo fantástico, e quis sempre dormir ao relento no “Hotel de Mil Estrelas”.
Era uma luta desenfreada para escolher o melhor “quarto” com W.C privativo e virado a nascente -entenda-se Dunas- É inesquecivel o desenho das dunas , o nascer do sol , o carinho dos nossos guias, o pequeno almoço, as lareiras á noite, as danças, musica e cantares que nos ofereciam espontâneamente e a vergonha que pássamos quando nos pediram para cantarmos uma música da nossa da nossa Terra….. ficámos com brancas, até que por fim descobrimos uma canção Alentejana… no fim acharam que era muito Triste e pediram uma coisa mais alegre e desatámos a rir desalmadamente pq não encontrávamos nenhuma canção que o grupo soubesse, discutíamos todos , o que para eles era estranho e bizarro e acabei por sugerir uma canção da nossa infância: O Tiroli-Tirolá com os gestos , palmas e tudo mais que nos veio á cabeça.
Eles adoraram e na manha seguinte, cantarolavam e repetiam os nossos gestos todos divertidos.
Enfim foi uma viagem de prazer e de meditação naquela dimensão infinita da paisagem nas Dunas, que a passo a passo ía mudando de côr.
Adorei o Deserto e quero voltar outra vez, sempre com as “Rotas do vento”.
Obrigada por todas experiências que vivi com esta magnifica Rotas do Vento que nos sugere sempre Viagens Mágicas…

Março 1, 2019

Paula Rodrigues, Lisboa

Solo Traveller

Como é que uma paisagem árida e com pouca vegetação consegue ser tão fascinante!?
Tivemos uma equipa bastante profissional, sempre pronta a ajudar a superar alguma dificuldade que pudesse surgir. O guia foi incansável e o cozinheiro proporcionou-nos verdadeiros repastos, tendo sempre cuidado com a apresentação da refeição (como se estivessemos num restaurante de luxo).
Apesar de sermos um grupo em que ninguém se conhecia, tão diferentes entre si, entendemo-nos na perfeição, o que (tudo junto) fez com que a viagem se tornasse inesquecível.
Só foi pena não termos encontrado mais nómadas.
Se possível fazer uma pequena incursão no deserto de areia, junto às dunas de chegaga, de modo a só vermos areia à nossa volta. Também gostava de ter visitado a região do Oued Draa.
Foi a primeira viagem de aventura que fiz sem conhecer ninguém no grupo e a primeira que me marcou profundamente, pela paisagem, pelo grupo e pela equipa que nos acompanhou.
Aproveito, também, para lhe agradecer, Gonçalo, pois foi a única pessoa a incentivar-me a ir na viagem apesar da minha indisposição no dia da partida.

Março 1, 2019

Margarida Silva, Lousã

Solo Traveller

Uma passagem d’ano com uma lua cheia, numa noitada de cartas à fogueira, no meio de um deserto rochoso em que só estávamos nós, completada a dormir ao relento, será sempre um momento mágico na minha memória…
Tivemos a sorte de ter uma equipa excepcional, com três elementos muito profissionais e que souberam muito bem dinamizar o grupo; o guia, Mohamed, conhecia muito bem os percursos e a região. O grupo de pessoas que não se conhecia em absoluto, conseguiram desenvolver um espírito de grupo e um companheirismo a toda a prova.
Agradeço pela viagem espantosa que me proporcionaram, sem dúvida que vivi momentos únicos e muito especiais.
Tenho realmente que elogiar a equipa que nos acompanhou, que foi uma das grandes mais valias da viagem, nas pessoas de Mohamed (guia), Aissa (cozinheiro) e Braihim (tratador dos camelos, não sei se será a designação mais correcta), que foram inestimáveis e incansáveis, especialmente o guia que trabalhou muitíssimo durante toda a viagem; o grupo decidiu em conjunto gratificá-los, mas deixo também à sua consideração eventualmente fazer chegar esta opinião à operadora marroquina, pois os bons colaboradores devem sempre ser valorizados.
Conto amanhã já ter a minha bagagem – a Air Marrocos foi marota, mas não é da vossa responsabilidade, por isso não se preocupe – e mal tenha oportunidade conto enviar-vos algumas fotografias desta viagem.
Mais uma vez obrigada por tudo – quer na pessoa do Gonçalo, quer na pessoa da Renata – e pela paciência que teve para as minhas muitas perguntas.
Estou certa que fiquei vossa cliente, por isso até à próxima!

Março 1, 2019

Maria João Monteiro, Cascais

Solo Traveller

Adorei a paisagem, as caminhadas e voltar a Marrakech.
Gosto particularmente do País, portanto é sempre bom voltar e conhecer regiões diferentes.
As viagens foram um pouco cansativas devido ao tempo excessivo de ida e volta. Mas tudo o resto foi FANTÁSTICO. No que diz respeito ao hotel, só não tem a pontuação máxima porque os empregados não são nada simpáticos, com uma ou duas excepções. O hotel em si e a sua localização são excelentes.
Mesmo sem grande companhia, seria sempre bom ficar mais tempo e ver mais coisas.

Março 1, 2019
12
Subscreva a Newsletter Rotas do VentoDescubra novas oportunidades de viagem!